terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Sei que é tempo de parar


... quando meto os pés pelas mãos e deixo de conseguir fazer tudo tão bem como quero, como gosto e como penso que tanto eu como os outros merecemos.
Dizer sim a todas as solicitações, cometer atropelos de agenda e querer estar em dois lados ao mesmo tempo, porque nos dois lados há coisas que quero fazer e pessoas com quem quero estar, não é, de todo, uma atitude inteligente.
Vou fechar para balanço. Amanhã é outro dia.

2 comentários:

Alexandra Brandão disse...

Fechar para balanço é uma força de expressão, certo? Balanço concluído após o "post", abre os braços ao repouso e ri-te, ri-te, ri-te.
Se estivesses por cá, estarias connosco em mais um encontro do Clube de Escrita. Para conversar levemente e rir muito, desta vez num serão à lareira.
Abraço muito, muito apertado...

Mutante disse...

Se soubesses a falta que me fazem o riso, a conversa leve e o lazer. Como me faz falta que os abraços passem daqui, onde se diz dessa vontade mas mais não se pode.
Fechar para balanço é força de expressão, sim. Não o balanço mas o fecho, que o balanço vai sendo feito ad continuum. E hoje foi outro dia. Como amanhã será- uma aventura!